A visão MACRO precede o PERDÃO





Estive tanto tempo presa protagonizando o papel de vitima e dramatizando as injustiças do mundo que esqueci que em muitas vezes para você estive no papel de algoz. 
... 
Por isso, hoje sem encenações, peço PERDÃO a todos por tudo em que posso tê-lo ferido seja por uma palavra, por um gesto ou pela indiferença. Sei que às vezes mencionei coisas que na minha cabeça torta foi na intenção de ajudar, mas que no fim surtiu efeito contrário.

Queria fazer esse pedido um a um, mas muitas vezes posso ter ofendido e nem saber, ou pela covardia mesmo de olhar nos olhos e dizer errei.

"(...) Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna"

Isso não significa que não cometerei novos erros, tá rs Se fosse anjo não estaria na terra rs, mas sei que cada tijolinho não é vão.

Dani Arena

Estou me aproveitando mais uma vez de um texto da amiga Dani Arena, para uma reflexão, agora sobre o perdão, pois para mim ele vem (na ordem cronológica da vida) depois da reflexão sobre as consequências das escolhas feitas por nós.

Acredito que muitos devem estar se perguntando, mas porque perdão, se esta minha ultima escolha diz respeito somente a mim?

Perdão é um sentimento ao qual nos liberta, nos permite crescer, nos motiva a seguir em frente e sem ele não podemos caminhar plenamente.

Enxergar o nosso erro (seja ele conosco, com a vida ou com uma outra pessoa), entender que estávamos errados e perdoar, é uma atitude nobre e possível somente aqueles que já aprenderam a lição que deveriam aprender com aquele erro, dissipa o ódio, a revolta, a angústia, todos os sentimentos que não lhe servem para crescer e caminhar em frente, mesmo concordando com o fato de que muitas vezes (somente na medida certa) esses sentimentos nos servem de motivadores e até mesmo motores na busca de um objetivo, que alcançado, não possui mais nenhum tipo de correlação com os mesmos, devendo assim serem dissipados de seus corações.

Procuremos pedir perdão sempre que percebermos que erramos, que escolhemos o caminho errado ou somente menos adequado para determinada situação.

Exemplificando, imagine que em uma determinada situação ou em um determinado momento de sua vida, algo de ruim lhe aconteça, quer seja por uma escolha consciente ou uma escolha inconsciente, você se revolta, sofre e depois de muito tempo, os bons ventos lhe trazem uma situação muito melhor do que você possuía antes de ter passado por uma situação difícil, ai você reflete e percebe que aquele momento ruim lhe trouxe lições valiosas e percebe que essa foi a maneira que Deus encontrou de lhe fazer crescer e de lhe colocar no melhor caminho possível, logo, Deus deve ser perdoado, pois em determinado momento você certamente se irritou com ele e possivelmente até sentiu raiva, se questionou do porque acontecer tal situação com você e tudo mais, mas percebeu que a visão macro lhe mostrou estar enganado(a).

Perdoemos aqueles que nos fizeram mal, que nos magoaram, que nos passaram pra tráz, a partir do momento que a visão macro tome posse de nosso intelecto e nos mostre que tudo não passou de Deus agindo através das circunstâncias da vida, para nos permitir evoluir e seguirmos caminhos melhores do que aqueles que nossa “cegueira” nos proporcionaria, mas perdoemos por nós, pelo nosso crescimento, pela nossa libertação, pois presos no ódio e na raiva, jamais seremos capazes de seguir em frente, porém a liberdade somente é alcançada quando o perdão é verdadeiro e vem do coração.

CaeGomes

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Suas ações comprovam?

Aliada ou Inimiga?

É especial o que considera especial?