A responsável escolha da paternidade escolhida



A paternidade é realmente uma dádiva, ser pai ou mãe é maravilhoso, hoje tenho mais propriedade para falar, minha princesa está quase completando dois anos, um amor intenso e incondicional, em sua forma mais pura e singela, nos transforma e nos faz evoluir, amadurecer, sermos pessoas infinitamente melhores e exatamente por tudo que nos proporciona e pela maneira que nos toca a alma e o coração, nos exige muita responsabilidade.

Criar e educar um filho exige foco na educação e na criação 24 horas por dia, exige principalmente ser exemplo, comprovar com atitudes os discursos feitos aos filhos, viver da maneira que você deseja que seja seu filho seja quando adulto, é aí que está a dificuldade, seguir os seus próprios discursos, mas principalmente comprovar a todo tempo os seus valores.

Hoje em dia vemos muitos casos de pessoas que se relacionam, geram um filho, mas não tem responsabilidade na criação, a maioria nem sequer são casais, não proporcionam uma estrutura familiar estável, acabam por deixar seus filhos serem criados e educados pelos avós, por terceiros e até pela vida, não transmitindo bons valores, muitas vezes transmitindo valores deturpados, sendo exemplo de valores invertidos.

Ter filhos e não prepara-los para a vida, não prepara-los para serem pessoas melhores do que somos hoje é uma falta de responsabilidade e um exemplo de que o valor "amor" está um pouco deturpado e em alguns casos até ausentes, com isso a criação do caráter fica prejudicada e o futuro aos cuidados do acaso.

A sociedade tem o valor de família tradicional formada por pai, mãe e filhos, com isso cobra direta e indiretamente esta estrutura, as mulheres principalmente, são cobradas para serem mães e donas de casa, conquistaram o direito de desempenhar funções e fazer atividades antes dominadas pelos homens, mas os deveres continuam os mesmos, muitas vezes acabam por sucumbir à pressão e se tornam mães sem o devido planejamento, não que a tomada de decisão e a responsabilidade seja apenas da mulher, a geração de um filhos tem todos os fatores envolvidos sob responsabilidade do homem e da mulher igualitariamente, mas a mulher sofre muito mais pressão da sociedade.

Tem muito mais amor aquele que tem a humildade de admitir que não tem preparo e capacidade de gerar e criar adequadamente um filho, aqueles que planejam detalhadamente e esperam o momento certo, ou até mesmo aqueles que decidem por não gerar por não acreditar que fará um bom trabalho ou simplesmente porque não gosta e não deseja, do que aqueles que geram e deixam ao acaso, não tomam as rédeas da criação e educação dos seus, não tem responsabilidade.

Não existe roteiro, forma correta, passo a passo, tudo que se pode contar é o amor e a responsabilidade, que juntos nos fazem sermos melhores, ouvir, estudar, tentar diversas maneiras diferentes, termos humildade de reconhecer que um caminho não foi eficiente, mudar o caminho e continuar na batalha por exercer aquilo que é de nossa responsabilidade, formar uma pessoa melhor e mais educada do que nós somos hoje.

Você está fazendo a sua parte, está sendo responsável e comprometido com os deveres que são seus e não devem ser delegados? Está vivendo de acordo com seus valores e seus discursos, sem sucumbir ao senso comum e à pressão da sociedade, sendo assim exemplo verdadeiro? Está periodicamente reavaliando os valores, conceitos e visões que possui? Tem humildade para reconhecer que fez uma escolha que não teve o resultado esperado e fazer uma nova escolha?

Você precisa ter a respostas destas perguntas e principalmente lembrar delas periodicamente, se nunca as respondeu, precisa começar, mas as respostas devem gerar ações para que a finalidade das perguntas seja alcançada.

Você tem total liberdade de fazer as escolhas que bem entender ou até mesmo de fazer escolhas sem sequer entender e planejar, mas jamais pode esquecer que todas as escolhas têm consequências e que as consequências de todas as escolhas que você fizer são de sua responsabilidade, são intransferíveis e incondicionais.

Faça a sua escolha, mas escolha escolher com propriedade e não ao acaso!


CaeGomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suas ações comprovam?

Aliada ou Inimiga?

É especial o que considera especial?