O tempo

 

Estamos na semana do natal e mais um ano está próximo de se findar, como em anos anteriores nesta época do ano percebemos que o ano passou rápido demais e que foi intenso, fazemos reflexões, revivemos lembranças boas e ruins, ficamos naturalmente mais emotivos, iniciamos os planos para o próximo ano, quase sempre focado nos objetivos que não foram alcançados neste ano e relembrando que o tempo é implacável.

O segredo da vida é o equilíbrio, olhando para este ano e consequentemente para sua vida, será que o tempo é realmente mais implacável que nós mesmos que não valorizamos o equilíbrio? Trabalhamos demais e não temos tempo para desfrutar os resultados desta aplicação, trabalhamos de menos e não temos condições de aproveitar, guardamos rancor, ficamos doentes e lamentamos as impossibilidades que a doença nos traz, estamos saudáveis e temos preguiça de abraçar nossas possibilidades, não somos francos e não temos um papo reto com aqueles que amamos sob a justificativa de poupar, mas quando enxergamos um erro nosso ficamos bravos por não termos sido alertados por aqueles que amamos, falamos do próximo mas temos raiva que falem de nós e tudo isso acaba sendo debitado na conta do tempo, porque ele é implacável e nos impossibilitou de alcançar o equilíbrio quando se extinguiu.

A verdade é que somos mais implacáveis que o tempo porque nossa vida é resultado das nossas escolhas e deixar de fazer qualquer escolha, ficando à mercê do tempo também é escolha nossa, silenciosamente somos mais implacáveis conosco do que qualquer outro fator que iremos nos deparar durante toda a vida, portanto mude suas escolhas.

Nunca deixe para depois o que pode ser realizado, vivido ou sentido agora, trabalhe arduamente e desfrute dos resultados deste trabalho com mesmo afinco, não guarde rancor e não se permita sentir o consumo que ele traz, seja direto e sincero, traduza em palavras o que lhe vai no coração, tenha coragem de encarar novos desafios, de encarar as mudanças, mude sempre que achar necessário ou que tiver desejo, valorize igualmente a razão e o coração, não entre no automático e inerte deixe a vida passar, viva a vida intensamente entregando todo seu coração em tudo que faz, sem se permitir fazer qualquer coisa sem entrega por contrariar o coração, não deixe passar, se antecipe, não perca, deixe ir, não se importe com o erro, nunca é tarde para mudar.

Deixar uma oportunidade passar consome mais do que aproveitar a oportunidade e colher o resultado indesejado, porque o erro te ensina e te possibilita mudar, o tempo não te espera ele segue adiante no mesmo ritmo que sempre teve, você é que não soube aproveitá-lo da melhor maneira possível ou planejou erroneamente com excesso que não coube em seu compasso, o tempo é como música, tem um compasso certo, se acelerado ou mais lento perde a magia e não toca o coração, cabe a você aproveitá-lo da melhor maneira possível, faça da sua vida uma música que sai do coração, no compasso do tempo, no glamour de um concerto, marcante e inesquecível a ponto de te permitir a qualquer momento, fechar os olhos, ouvi-la e voltar para o compasso.
 
O tempo é implacável porque te dá tempo de ser mais implacável que ele, este é o seu desejo?

CaeGomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Sutileza das lições da vida

O outro lado da moeda

Suas ações comprovam?