O difícil exemplo da dificuldade do exemplo

 


Levar vantagem é muito bom, é divertido, prazeroso, gratificante e engrandecedor, aquece o coração e o enche de felicidade, todos esses benefícios seduz o homem facilmente e talvez esse seja o principal motivo de termos enraizado em nossa cultura que aproveitar a oportunidade e ter algum tipo de vantagem é mais importante do que a maneira que essa vantagem é obtida.

Tudo que é cultural se torna natural e cotidiano, difícil de ser identificado e analisado, se funde ao DNA da civilização que cultiva essa cultura e se torna um valor, agregando ao valor oposto título de incorreto e o deixando as margens da sociedade, eis o motivo de exemplos que contradizem a cultura e a naturalidade serem tão raros nos dias de hoje.

Isso tudo torna os bons exemplos ainda mais preciosos e também mais difíceis de serem produzidos, é difícil nos dias de hoje ser correto e verdadeiro quando se contradiz à naturalidade, para isso é necessário que seja a sua verdade, que seja natural ao seu coração, ter foco e disposição, é necessário entender que fazer o que é correto quando contradiz a naturalidade é uma obrigação tanto quanto é obrigação quando não contradiz, pelo simples fato de ser o correto, sem anseio de reconhecimento e gratificações, sem o pudor de como será julgado.

O ser humano é observado o tempo todo, porque é da natureza do homem observar, suas ações não influenciam no desejo do outro em te observar, mas influenciam na conclusão que esta observação terá, o mundo necessita de bons exemplos e você necessita ser correto e verdadeiro incondicionalmente, porém só se torna um bom exemplo aquele que não se preocupa em ser um bom exemplo, aquele que faz o correto incondicionalmente por ser o correto aquilo que seu coração exige para se manter pulsando intensamente, só é bom exemplo aquele que direciona suas ações baseado exclusivamente na sua verdade e no seu coração, com a mente como sua aliada, trabalhando em prol da sua verdade interior, se mantendo reciclado e focado, só é bom exemplo aquele que olha exclusivamente para dentro e foca em agradar apenas seu coração, munido da certeza que cultiva os valores verdadeiros e que os tem como sua verdade, só é bom exemplo quem não se enxerga como um, porque o bem vem com naturalidade e desprovido de desejo.

Aquele que não deseja ser exemplo algum, que não deseja ser observado e que não faz escolhas, não toma para si as rédeas de sua própria vida e não fundamenta suas escolhas e suas ações, que não conhece ou entende sua verdade e seus valores, também produz exemplos o tempo todo, enxergando ou não.

CaeGomes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Sutileza das lições da vida

O outro lado da moeda

Suas ações comprovam?